Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Getulina
"Representantes do povo, trabalhando para o povo"
CÂMARA MUNICIPAL DE GETULINA
CÂMARA MUNICIPAL DE GETULINA
Força política de Getulina pressiona e consegue redução no valor do pedágio

Os debates acerca da tarifa de pedágio na Câmara Municipal sempre teve protestos e reclamações dos vereadores, os quais procuram resguardar os direitos dos cidadãos contra  decisões prejudiciais ao desenvolvimento e ao trabalho da população de Getulina. A praça de pedágio da BR-153 localizada na cidade de Lins, ainda mantem-se como um problema social e econômico para os cidadãos de ambos os municípios, principalmente às pessoas que trabalham ou estudam na cidade vizinha que possui mais recursos.

Quem trabalha diariamente chegou a pagar aproximadamente 308 reais no mês, quando a empresa anunciou o reajuste de R$ 5,20 para R$ 7, 70 na tarifa básica. O resultado foi que houve uma mobilização das forças políticas da cidade liderada pelo Presidente da Câmara Maninho e pelo Prefeito Toninho Maia. Confiantes e unidos com os vereadores saíram dos gabinetes; formaram uma caravana que foi até Brasília pedir apoio político em gabinetes de deputados, secretariados e senadores da República. Na mesma semana, o poder público realizou uma reunião com populares e com representantes da empresa no Teatro municipal. Nessa semana, a reunião foi na própria praça de pedágio quando os vereadores se reuniram com diretores da Transbrasiliana.

O resultado foi positivo; "Lutamos em favor do povo de Getulina e provamos que a união política só traz bons resultados. Foram reuniões, viagens, debates intermináveis, mas valeu a pena porque hoje podemos comemorar a redução da tarifa do pedágio." disse Maninho em relação à decisão publicada no site da Empresa Transbrasiliana, referente à revogação da deliberação de início das obras - e a consequente redução da tarifa (quadro). Ocorre que os representantes da empresa se fundamentavam nesse argumento para justificar o último reajuste (realizar as obras) quando visitaram o município ou quando receberam as autoridades de Getulina. Os vereadores sempre reclamaram do tempo em que a cobrança está sendo feita sem nenhuma - ou quase nenhuma - obra que beneficie os usuários.

Em resposta à decisão, a empresa relata que "envidará seus melhores esforços para reverter a decisão, por entender que a duplicação dos lotes 01 e 03 proporcionará mais segurança e conforto aos usuários, além de atrair investimentos e empregos para a região ao entorno da rodovia." Por outro lado, os vereadores e o Prefeito Toninho disseram que continuarão persistindo na redução da tarifa aos getulinenses até que todos os recursos sejam esgotados.

 

Comunicação da Câmara

Data: 06-12-2018 13:09:59