Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!

Notícias

“Precisamos trabalhar”, diz Motorádio - Presidente da Câmara no biênio 2021-2022


     

    No dia 1º de janeiro, os vereadores eleitos para a legislatura 2021-2024 foram empossados no plenário da Câmara de Getulina, seguindo as recomendações sanitárias para evitar a transmissão do Coronavírus. Logo após a solenidade, foi realizada a eleição interna da Mesa Diretora que ficará até dezembro de 2022. Com 5 votos, Donizete Antônio Mendes (PSDB), popularmente conhecido como Motorádio, foi eleito Presidente. O vereador escolhido já traz experiência de outra legislatura e, segundo alguns parlamentares ouvidos pela reportagem, esse fator foi preponderante para a escolha, além do respeito adquirido pelo perfil humilde e trabalhador do atual presidente que vai conduzir o Poder Legislativo nos próximos dois anos.

     "Precisamos trabalhar. O povo precisa das autoridades constituídas para superar esse momento." - diz o vereador Motorádio respondendo à interpelação sobre o recesso parlamentar que termina dia 31 de janeiro. A atual legislatura inicia o ano de 2021 ainda tentando amenizar as circunstâncias causadas pela crise sanitária, além do pagamento de precatórios que foram impostos pela justiça. O demonstrativo apresentado pelo Poder Executivo no final do ano passado indicava uma queda acentuada nas receitas orçamentárias e essa é a primeira preocupação da nova legislatura.

     Logo após as eleições, o vereador Motorádio vem tendo uma série de reuniões com o Poder Executivo para conhecer pessoalmente a realidade econômica do município e planejar medidas conjuntas que invertam esse cenário. Já na primeira semana de legislatura, o Presidente se reuniu com o corpo administrativo da instituição para regulamentar a documentação, programar a agenda legislativa e para implantação regulamentar da Mesa Diretora, a qual terá o vereador Ednaldo Vieira da Paixão (Dinaldinho) como Vice presidente; o Vereador Romualdo Francisco da Silva (Tica) como primeiro secretário e o vereador João César da Silva (Toco do Bar) como segundo secretário. Indagado sobre o modo político de atuação, Motorádio respondeu que a proposta é debater a agenda de modo positivo e colaborar com a retomada progressiva de nossa cidade, assistindo a população nas principais necessidades. "Temos diferentes partidos políticos, mas o compromisso é o mesmo; juntos, conseguir serviços públicos de qualidade."

     Os vereadores são responsáveis por elaborar e propor leise têm a obrigação de fiscalizar o uso do dinheiro pelo Executivo e analisar a Lei Orçamentária Anual (LOA), que estabelece as despesas do ano seguinte do município. Em Getulina, eles vão representar 11.447 habitantes. A cidade tem um PIB de R$ 195.117.934,00 e um IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de 0,717, segundo a última medição do IBGE (2010). O IDH vai de 0 a 1 - quanto maior, mais desenvolvida a cidade - e tem como base indicadores de saúde, educação e renda. No Brasil, a média é de 0,765, segundo dados de 2019 divulgados em 15 de dezembro de 2020 pelo Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD).

     Desde a sessão de posse ocorrida no dia 1º de janeiro, os vereadores empossados para a legislatura 2021-2024 são os seguintes: Carlito (PSB); Tomzinho Barbeiro (PSB); Fátima Bernardes (PSDB); Toco do Bar (PSB); Motorádio (PSDB); Romualdo Tica (PV); Alexandre Ceará (PTB); Dinaldinho (PSDB) e Juninho Roncoleta (Cidadania).

 

Mauro de Sousa Ribeiro MEI

CNPJ 24.209.452/0001-46